quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Previdência Social - Auxílio-Reclusão

Os dependentes do segurado que for preso por qualquer motivo têm direito a receber o auxílio-reclusão durante todo o período da reclusão. O benefício será pago se o trabalhador não estiver recebendo salário da empresa, auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço.

Não há tempo mínimo de contribuição para que a família do segurado tenha direito ao benefício, mas o trabalhador precisa ter qualidade de segurado. A partir de 1º de março de 2008, será devido aos dependentes do segurado cujo salário-de-contribuição seja igual ou inferior a R$ 710,08 (setecentos e dez reais e oito centavos) independentemente da quantidade de contratos e de atividades exercidas.
Após a concessão do benefício, os dependentes devem apresentar à Previdência Social, de três em três meses, atestado de que o trabalhador continua preso, emitido por autoridade competente. Esse documento pode ser a certidão de prisão preventiva, a certidão da sentença condenatória ou o atestado de recolhimento do segurado à prisão.
Para os segurados com idade entre 16 e 18 anos, serão exigidos o despacho de internação e o atestado de efetivo recolhimento a órgão subordinado ao Juizado da Infância e da Juventude.
O auxílio reclusão deixará de ser pago:
- com a morte do segurado e, nesse caso, o auxílio-reclusão será convertido em pensão por morte;
- em caso de fuga, liberdade condicional, transferência para prisão albergue ou extinção da pena;
- quando o dependente completar 21 anos ou for emancipado;
- com o fim da invalidez ou morte do dependente.
Documentos nescessários para requerer este Benefício (clique aqui)
Valor do Benefício (clique aqui)
Matéria Extraída de: http://www.mpas.gov.br/

Veja Também!

TST - Empregada remanejada para não receber auxílio-doença consegue estabilidade
Folha de Pagamento – Afastamento por Auxílio Doença
Licença Maternidade - Depósito de FGTS
Salário Maternidade – Direito e Dias de Afastamento
Salário Família - Valores
Tabela Salário Família
Tabela INSS
Colaboradora Afastada por Licença Maternidade – Folha de Pagamento e GPS – Guia da Previdência Social (INSS)
Empregada Gestante - Estabilidade
Lula sanciona lei que amplia licença-maternidade para seis meses
Cálculo de GPS (Guia da Previdência Social) de Empresas Não Optantes pelo Simples Nacional
INSS (Folha de Pagamento) – Prazo para Recolhimento
Folha de Pagamento – Cálculos de Imposto de Renda (IRRF), INSS e FGTS
Comitê de Campanha Eleitoral – Recolhimento de INSS
Segurado Facultativo – Alíquotas, Valores de Contribuição e PSPS – Plano Simplificado da Previdência Social
Empregada Doméstica - Vencimento INSS
Auxílio Alimentação – Incidência de INSS e FGTS (Empresa não Participante do PAT)

Receba Atualizações no seu e-mail

Digite seu e-mail (clique aqui e veja orientações):

Delivered by FeedBurner

 
© 2007 Template feito por Templates para Você