quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Vídeo - Contribuição Sindical, Assistencial e Confederativa - Discussão para Criação de Imposto Único

video

A extinção do pagamento da contribuição anual do imposto sindical poderá resultar na adoção da arrecadação de percentual que poderá variar entre 0 e 1% sobre a soma dos 13 salários do trabalhador durante o ano. Embora o assunto vá ser decidido pelo Congresso Nacional, a fixação de um limite é a principal divergência entre a maioria das centrais sindicais, que defendem a cobrança de um único imposto, no lugar da contribuição sindical, da contribuição assistencial e do imposto para confederações. Essas duas contribuições são decididas anualmente e, em geral, são cobradas opcionalmente, de acordo com a concordância do trabalhador.A contribuição sindical foi criada em 1943 e é sempre descontada compulsoriamente no mês de março no salário do trabalhador. Um dia de trabalho equivale a 3,33% do salário do trabalhador, de acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego.

Extraído do Site: http://www.agenciabrasil.gov.br/

Veja Também!

PIS (Programa de Integração Social) – Direito/Cálculo para Recebimento do Abono
Comitê de Campanha Eleitoral – Recolhimento de INSS
Trabalho Noturno – Hora Reduzida e Jornada de Trabalho
Segurado Facultativo – Alíquotas, Valores de Contribuição e PSPS – Plano
Aviso Prévio – Direito Irrenunciável
Seguro-Desemprego: Direito ao Recebimento
IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte) - Cálculo em Rescisão
Cartão Ponto – Minutos de Tolerância
Empregada Doméstica - INSS E FGTS
13º (décimo terceiro) Salário - Prazo para Pagamento
Empregada Doméstica no Estado de São Paulo – Salário e INSS

0 comentários:

Receba Atualizações no seu e-mail

Digite seu e-mail (clique aqui e veja orientações):

Delivered by FeedBurner

 
© 2007 Template feito por Templates para Você